Carregando...

Notícias / Prefeitura de Rio Largo finaliza audiências públicas para a elaboração do PPA participativo

SEPLA - Secretaria de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico

voltar

Prefeitura de Rio Largo finaliza audiências públicas para a elaboração do PPA participativo

 

O terceiro e último dia de audiências públicas que discutiram a elaboração participativa do Plano Plurianual (PPA), que está sendo executado pela prefeitura municipal de Rio Largo, aconteceu na tarde desta quinta-feira (20), no auditório do Shopping Rio Largo, com a presença da comunidade e de autoridades locais e apresentação das metas elaboradas pelas secretarias de Planejamento, Administração, Meio Ambiente, Infraestrutura, Assistência Social, Agricultura e Defesa Civil para 2018 a 2021, conforme vigência do plano.   

No que concerne à Secretaria de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico, a secretária Lúcia apresentou uma proposta embrionária, já que não existia nada nesta área no município o que está sendo pensado para ser executado conforme os recursos disponíveis pelo município.    

No turismo, algumas das metas colocadas para curto, médio e longo prazos são impulsionar o ecoturismo a partir das trilhas, levando para visitas à reserva ambiental , que é da União, e inserindo o município de Rio Largo na agenda da reserva; valorizar o patrimônio edificado e imaterial do município, que ainda não está tombado; mapear o patrimônio cultural da cidade, criar um calendário oficial das manifestações culturais e atrair empreendedores e investidores da rede hoteleira com o intuito de ampliar a oferta de empregos no município.

Quando se tratam de investimentos, está sendo pensada a criação do polo industrial de Rio Largo, convidando novas empresas a se estabelecerem no município, uma vez que o município é próximo da capital, do aeroporto e de BRs, o que favorecem para o convite de novas empresas e o incremento da receita com emprego e renda. Criação do Plano de Aquisição de Alimentos, em parceria com as secretarias do Meio Ambiente e da Agricultura, com a criação de hortas comunitárias em áreas verdes já existentes, para que a produção de alimento sirva para a merenda escolar e a criação de cooperativas.

Quanto à administração, os programas e projetos serão voltados ao desenvolvimento tecnológico, implantando um sistema de qualidade nas secretarias  que, inclusive, já foi iniciado. Envolve ainda o mapeamento de todos os processos, facilitando o acesso e sua  identificação e possibilitando o acompanhamento de todos os servidores, bem como  capacitar os servidores, melhorando a qualidade dos serviços e reduzindo a insatisfação dos usuários . Criação da Junta Médica do município, digitalização dos documentos e o tombamento dos móveis e imóveis, que já estão sendo feitos.

Na área do Meio Ambiente foram colocados o encerramento do lixão, que tem ação imediata, a criação de cooperativas para catadores que vivem atualmente no lixão, dando uma vida digna a essas famílias; a elaboração do Plano de Saneamento Básico a princípio será custeado com recursos próprios e sua construção será amplamente discutido através de audiências públicas; recuperação dos mananciais, através do reflorestamento e educação ambiental; análise das águas de poços e dos recursos hídricos; elaboração de projetos paisagísticos; implantação de hortas escolares e comunitárias; criação do Jardim Botânico e implantação da coleta seletiva.

Com vistas a uma Infraestrutura de qualidade em Rio Largo, foi apresentado pela pasta a necessidade de execução de feiras nos bairros, a criação do mercado do artesanato, do Centro de Convenções, do Centro Gastronômico, do Centro de Negócios, da sede da guarda municipal, de um aterro sanitário, da Casa de Passagem, do CRAS e do CREAS e a construção do Código de Obras, entre outros, atendendo a acessibilidade e a mobilidade urbana. 

Para uma política pública de Assistência Social a equipe da pasta apresentou as metas a serem feitas e algumas delas são monitorar os indicadores sociais, implantar a vigilância sócio assistencial para monitorar todas as ações para o governo ter respaldo para as políticas, captar recursos para melhorar os serviços ofertados à população, construção e ampliação dos CRAS e CREAS e do Centro de Convivência, entre outros.


21 de Julho de 2017 | Postado por: ASCOM | categoria: SEPLA - Secretaria de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico
voltar
Top