Carregando...

Notícias / Prefeitura de Rio Largo fiscaliza barragens do município para evitar danos ambientais e à população

SEMARH - Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

voltar

Prefeitura de Rio Largo fiscaliza barragens do município para evitar danos ambientais e à população

 

Equipes das Secretarias de Meio Ambiente e da Defesa Civil promoveram um levantamento técnico na manhã de ontem (31) nas barragens do Centro de Rio Largo e em Canoas, esta última pertencente à usina Santa Clotilde, e solicitaram aos responsáveis um relatório circunstanciado contendo laudos técnicos, licença ambiental, fotos, relatório atualizado, mapas e projetos para anexar e fundamentar o documento que será enviado ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e à Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado sobre a situação das barragens do município. A ação é de cunho preventivo, para evitar danos ao meio ambiente e à população, em caso de fortes chuvas.

O primeiro local visitado foi a Companhia Alagoana de Empreendimento, localizado no Centro de Rio Largo, onde solicitaram à equipe da administração que entregue a documentação em cinco dias. Em seguida, averiguaram pessoalmente a situação da barragem. Após a conclusão prévia, a comitiva seguiu para a barragem de Canoas, onde a água é utilizada para irrigação do canavial da Usina Santa Clotilde. Segundo a Agência Nacional de Água, essa barragem necessita de ações estruturais, o que também foi constatado pelos técnicos de Rio Largo.

“Em nossa visita, o que nos chamou atenção foi a erosão do vertedor que recebe o volume de água na barragem de Canoas. Em caso de transbordamento, essa erosão pode trazer sérios riscos para o meio ambiente da região. Os órgãos fiscalizadores do Estado deram seis meses para a usina Santa Clotilde fazer a recomposição e estaremos atentos para que seja evitado qualquer desastre no caso de fortes chuvas ou com a vinda de um grande volume de água de barragens de outros municípios”, explicou o secretário municipal do Meio Ambiente, Temístocles Lôbo, que acompanhou toda visita às barragens e às empresas responsáveis.


01 de Fevereiro de 2019 | Postado por: ASCOM | categoria: SEMARH - Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos
voltar
Top